Tesla Model 3 com bateria sem cobalto feito na China chega à Europa e comprador francês é quem receberá primeiro exemplar do elétrico vindo da China. Inicialmente, os planos de Elon Musk era que os modelos de veículos elétricos da Tesla produzidos na China, no complexo Shanghai Gigafactory fossem vendidos apenas para o próprio país. Entre os modelos elétricos da Tesla mais vendidos está o Model 3.

A explicação a isso se deu segundo Musk, pois a construção da Gigafactory ocorreu por conta da alta demanda pelo Model 3 no mercado asiático – assim como no mundo, mesmo que não previsto-, e não para contornar políticas econômicas dos Estados Unidos em relação a cidade de Pequim.

Mudança de Planos

Segundo o site francês Green Drive, as coisas mudaram, já que é indicado de forma clara que a origem do carro na guia de remessa de um Model 3 é “Made in China”.

A mudança foi necessária por conta de situações logísticas. Afinal, a Gigafactory de Fremont está concentrando sua produção diretamente no Model Y, para que muitos problemas de qualidade sejam resolvidos.

Por conta disso, o prazo de entrega do Model 3 está maior que o normal, principalmente na Europa, pois a fábrica de Berlin entrará em processo de correções. É notável nesse contexto que a chegada do Facelift 2021 sedã também pode ter influência de alguma forma.

O Model 3 chinês é diferente

Atualmente, onde o carro foi fabricado, se na China ou Estados Unidos, não é mais questão, afinal a qualidade de construção não é o ponto principal.

No entanto, para o Tesla Model 3 é um pouco diferente, afinal, o carro não é comum. Há diferentes exemplares do Model 3, com diferentes características, isso ocorre, pois o modelo é produzido na China e também na América. As diferenças de montagem são sutis e o modelo “Made in China” é sempre digno de elogios. A grande diferença entre a produção do veículo é a bateria, a China preferiu por alterar para as célular sem cobalto (as LFPs mais baratas da fornecedora CATL).

Há algumas outras diferenças segundo o Yan Chang – jornalista chinês, entre elas, podemos citar:

  • Insonorização: houve melhora na questão de insonorização, com isso, os ocupantes do veiculo tem maior isolamento acústico.
  • Resistência à água: o sedã “Made in China” possui vedações e soluções que oferecem melhor contenção das infiltrações de água.
  • Pintura: o Model 3 chinês terá uma pintura mais moderna, assim como, uma carroceria com melhores acabamentos.

Como o mercado reagirá?

As baterias diferentes dos veículos geram o mesmo a desempenhos diferentes – mesmo que de forma não muito significante-, assim como outro custo de produção. Basta saber agora se os acontecidos serão considerados uma nova estratégia global para a marca Tesla, que poderá solicitar atualizações relacionadas a termos de homologação e diferente raciocínio sobre os preços dos veículos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui